top of page

Quais as principais diferenças entre Sartre e kiekergaard?

Jean-Paul Sartre e Søren Kierkegaard são dois filósofos influentes, mas têm abordagens filosóficas distintas. Aqui estão algumas das principais diferenças entre eles:

  1. Existencialismo: Ambos são conhecidos por suas contribuições para o pensamento existencialista, mas Sartre é geralmente considerado o principal expoente do existencialismo ateu, enquanto Kierkegaard é associado ao existencialismo cristão. Sartre enfatiza a liberdade do indivíduo e a responsabilidade pessoal na criação de significado em um mundo sem Deus, enquanto Kierkegaard aborda a busca individual por autenticidade e relacionamento com Deus.

  2. Influências filosóficas: Sartre foi fortemente influenciado pelo pensamento de filósofos como Friedrich Nietzsche e Martin Heidegger. Ele também desenvolveu seu próprio sistema filosófico conhecido como "existencialismo fenomenológico". Por outro lado, Kierkegaard foi influenciado por filósofos como Sócrates, Blaise Pascal e Friedrich Schelling. Sua filosofia é frequentemente considerada como uma resposta à tradição hegeliana dominante em sua época.

  3. A questão da existência: Para Sartre, a existência humana é caracterizada pela liberdade radical e pela ausência de um propósito ou essência pré-determinada. Ele afirmava que os indivíduos são "condenados à liberdade" e precisam criar seus próprios valores e significados através de escolhas autônomas. Kierkegaard, por outro lado, estava mais preocupado com a subjetividade e a experiência individual. Ele enfatizava a importância da fé, da angústia e do salto para a fé como meios de se relacionar com o divino.

  4. Visão sobre a moralidade: Sartre defendia uma ética baseada na liberdade individual e na responsabilidade de cada pessoa em criar seus próprios valores. Ele acreditava que não existem regras morais universais e que a escolha pessoal é a única base para a moralidade. Kierkegaard, por sua vez, estava mais interessado na moralidade cristã e na relação individual com Deus. Ele argumentava que a verdadeira moralidade envolve uma escolha pessoal de se submeter à vontade de Deus.

  5. Estilo literário: Além de suas obras filosóficas, Sartre também foi um escritor e dramaturgo prolífico, conhecido por suas peças teatrais e romances como "A Náusea" e "As Moscas". Kierkegaard, por sua vez, escreveu principalmente em forma de ensaios e obras pseudônimas, usando uma abordagem literária e teológica para explorar questões existenciais e religiosas.

Embora haja diferenças notáveis entre Sartre e Kierkegaard, ambos contribuíram significativamente para o pensamento filosófico e continuam a ser estudados e debatidos até hoje.


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Komentar


bottom of page