Um pouco Sobre a Terapia Cognitivo-Comportamental



A Terapia Cognitivo Comportamental, mais conhecida como TCC, foi criada por Aaron Beck que desenvolveu uma forma de psicoterapia no início da década de 1960.


É um modelo cognitivo que é a ideia de que a atividade cognitiva influencia o comportamento, essa atividade cognitiva ou seja pensamentos, crenças, pensamentos automáticos podem ser alterada e monitorada e esse comportamento desejado ele pode ser influenciado através da mudança cognitiva.


Dizemos que cognições, emoções e comportamento estão o tempo todo se relacionando na visão de homem que a TCC tem. É uma abordagem objetiva e tem postura ativa do terapeuta.


O paciente e o terapeuta trabalham juntos em busca de atingir resultado satisfatório na necessidade do paciente, trabalham como uma equipe.


Principais características da TCC:


Visa ser limitada no tempo, trabalha com início, meio e fim no tratamento da TCC. Isso não significa que em todos os casos ela será breve. Há casos que necessitam de anos, tudo irá depender da complexidade do diagnóstico do paciente, por mais que seja um tratamento demorado, ela é limitada no tempo, em algum momento esse paciente irá receber alta.

Tem ênfase na colaboração e participação ativa do paciente.


Atuação da TCC:


A TCC costuma enfatizar inicialmente o presente, claro que não irá ignorar o passado até porque é muito importante saber a história de vida do paciente, porém sempre trazendo isso para o momento presente.

Exemplo: Como esse problema te afeta até hoje?

Quais são os pensamentos relacionados a isso atualmente?


Evidentemente que levamos em consideração o passado. Quando falamos em crenças centrais, sabemos que são formadas lá atrás na infância, mas sempre trazemos para o presente. Fazendo com que de alguma forma o paciente pense sobre esses pensamentos automáticos e como consequência as suas crenças centrais.


Técnicas da TCC:


A TCC também é bastante conhecida por usar bastantes técnicas para identificar e modificar pensamentos, humor e comportamento.

Temos uma ampla variedade de técnicas possíveis para trabalhar com esses três pilares no modelo cognitivo.

Na TCC também tem a Psicoeducação que é fundamental, não é específico da TCC, outras abordagens também utilizam.


De uma forma geral a TCC atua diretamente de como os pensamentos automáticos (pensamentos negativos) influenciam nas crenças centrais e como consequência a reação do comportamental.


O tratamento está baseado em uma conceituação e na compreensão de cada paciente (suas crenças e padrões de comportamentos). O terapeuta procura produzir de várias formas uma mudança cognitiva, modificação no pensamento e no sistema de crenças do paciente para produzir uma mudança emocional e comportamental duradoura.



Fonte:

Beck Aaron. Terapia Cognitivo-Comportamental. 2ª edição. Artmed.


Por Vivi Basson

Psicóloga TCC.




26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo